Menu
Menu

Os Filhos do Flagelo

Psssst! Enviamos este livro:

MAIS SOBRE ESTE LIVRO

Sinopse

Sinopse

Prepare-se para entrar na segunda aventura de Filipe Faria, o jovem vencedor do prémio ´Branquinho da Fonseca Expresso/Gulbenkian´. Aewrye e os seus companheiros tentam chegar a Asmodeon e descobrir o mistério do desaparecimento de Aezrel Thoryn, mas muitos obstáculos têm de enfrentar. Separados, os companheiros têm de sobreviver às provações que se lhes depararão: Quenestil e Babaki partiram em busca de Slayra e dos seus captores e o resto do grupo que segue para as inóspitas estepes de Karatai em perseguição de Kror, o enigmático drahreg que partilha com o jovem Thoryn a Essência da Lâmina, um segredo milenar dos guerreiros de Allaryia. Nos obscuros espaços das trevas, o Mal vai estendendo os seus múltiplos e mortíferos tentáculos. Há um perigo oculto do qual as gentes de Allaryia ainda não se aperceberam mas Pearnon, o escriba, pressente-o sem no entanto o poder transmitir. O primeiro volume foi publicado em Abril deste ano, quando Filipe Faria tinha ainda 19 anos. Considerado como a obra que iniciou o género da High Fantasy em Portugal, está prevista a continuação em mais cinco poderosos volumes sobre este fantástico mundo de Allaryia.
Detalhes

Detalhes

Subtítulo Vol. II
Colecção Via Láctea
SKU 9789722329644
Peso 664 g
Largura 15 cm
Altura 23 cm
Número de Páginas 456
Data de Publicação 03/12/2002
Número na Coleção 3
Edição 2
Autores
  • Filipe Faria

    Filipe Faria nasceu em 1982, em Lisboa. Frequentou a Escola Alemã de Lisboa até completar o 12º ano de escolaridade. O contacto e convívio com aquela cultura de origem germânica, tão diferente da nossa, possibilitaram-lhe a abertura de novos horizontes. Impulsionado por um forte interesse pelo período da Idade Média, e pela descoberta fortuita de uma verdadeira relíquia na biblioteca escolar – A Tolkien Bestiary –, cultivou, desde cedo, a paixão pela literatura fantástica. Crónicas de Allaryia assinalou a sua estreia no mundo literário. Uma obra que nasceu de uns esboços de uma aventura e lentamente ganhou forma e evoluiu para o primeiro livro da série. Foi com este volume que o jovem pioneiro da high fantasy em Portugal conquistou, em 2001, o Prémio Branquinho da Fonseca, atribuído conjuntamente pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo Jornal Expresso. Em 2002, foi o vencedor do Prémio Matilde Rosa Araújo – Revelação na Literatura Infantil e Juvenil.

OPINIÕES [2]

em 5 estrelas
  • de Cátia Fonseca em 12 de Setembro de 2010

    Críticas de leitores há muitas...umas positivas, outras negativas mas, numa perspectiva geral, o balanço é positivo.
    http://umaestantenavialactea.blogspot.com/

  • de Daniela Marques em 2 de Novembro de 2009

    Segundo o site do Filipe Faria, houve muitas queixas devido a uma certa morte. Pois pode juntar a minha à lista! No entanto, este livro está que é um espectáculo. Brilhante.

Ajude os leitores indecisos
com a sua opinião!

Comentar
***

Outros Livros de Filipe Faria

Recomendados para Si

Quem Viu Este Livro Também Viu

Fechar Fechar

Levo estes!

O seu carrinho está vazio, Encha-o de livros para levar

Ajuda

Indeciso? Confuso? Aborrecido?

Conte-nos tudo!
  • 214 347 000 Dias úteis das 09h30 às 17h30
O seu browser está desatualizado!

Atualize o seu browser para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu browser agora

×