Menu
Menu
Psssst! Enviamos este livro:

MAIS SOBRE ESTE LIVRO

Sinopse

Sinopse

Fernanda Botelho, ficcionista e poetisa, publicou A Gata e a Fábula em 1960. Co-fundadora da revista «Távola Redonda», na década de 50, juntamente com outros destacados autores da nossa literatura, integra-se num movimento a que Eduardo Lourenço chamou a «metamorfose da ficção portuguesa». A novidade destes autores, em relação a toda a literatura anterior, é que se distanciam de aspirações de combate contra os valores que o regime pretendia impor e se limitam a mostrar o seu esvaziamento. Fernanda Botelho foi uma das personalidades que mais genialmente soube expor esse fenómeno. Em A Gata e a Fábula trata a questão do lugar da mulher na sociedade, temática que, como núcleo, organiza toda a estrutura do romance. Provenientes de uma aristocracia nortenha, empobrecida, as mulheres tentam preservar o seu estatuto através do casamento que encaram, tal como a contraparte masculina, como um destino. Mas é justamente na geração dos mais jovens que o determinismo começa a falhar, em função de impulsos incontroláveis, por vezes violentos, por vezes grotescos, em personagens como os jovens Paula Fernanda ou Duarte Henrique. A riqueza dos recursos estílisticos, tão singulares, que caracterizam a escrita de Fernanda Botelho intensificam a dramaticidade deste universo. A Gata e a Fábula é um romance galardoado com o Prémio Camilo Castelo Branco.
Detalhes

Detalhes

Colecção Grandes Narrativas
SKU 9789722334068
Peso 358 g
Largura 15 cm
Altura 23 cm
Número de Páginas 240
Data de Publicação 12/07/2005
Número na Coleção 289
Edição 1
Autores
  • Fernanda Botelho

    Fernanda Botelho nasceu no Porto em 1926. Formou-se em Filologia Clássica, curso iniciado em Coimbra e que veio a concluir em Lisboa. Aqui travou amizade com Maria Judite de Carvalho e relacionou-se com Couto Viana, David Mourão-Ferreira e Luís Macedo. Com este grupo, foi co-fundadora dos cadernos da Távola Redonda (1951), tendo colaborado com várias outras revistas e jornais, e também com a TV, no programa «Convergência». Além da sua obra ficcional, amplamente publicada e de reconhecido valor, cuja publicação iniciou em 1956, foi ainda notável tradutora, destacando-se O Inferno, de Dante, tradução que lhe valeu uma medalha da Direcção-Geral das Relações Culturais de Itália. Embora tendo surgido num contexto e numa geração de escritores historicamente datáveis, a variedade e a complexidade dos recursos da escrita de Fernanda Botelho fazem dela um caso singular no panorama da literatura portuguesa.

OPINIÕES

Leu este Livro?

Ajude os leitores indecisos
com a sua opinião!

Comentar
***

Outros Livros de Fernanda Botelho

Recomendados para Si

Quem Viu Este Livro Também Viu

Fechar Fechar

Levo estes!

O seu carrinho está vazio, Encha-o de livros para levar

Ajuda

Indeciso? Confuso? Aborrecido?

Conte-nos tudo!
  • 214 347 000 Dias úteis das 09h30 às 17h30
O seu browser está desatualizado!

Atualize o seu browser para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu browser agora

×